Esporte 01/10/2018 15:23

Alunos do segundo ano dos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Educ

Dentre as coreógrafas convidadas, duas são egressas do Curso de Educação Física do UniFOA

Na tarde do sábado, dia29 de setembro, das 14 às 16 horas, o Ginásio de Educação Física no campus Olezio Galotti em Três Poços se transformou no palco para a realização do Festival de Dança ”Luz, Câmera e Ação”. A atividade complementar foi organizada pelos alunos do segundo ano dos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física e serviu como avaliação da disciplina Dança e Folclore, ministrada pela professora Beatriz Rennó.

Além da organização do evento, os acadêmicos foram avaliados pelas coreografias baseadas em filmes que têm a dança como foco principal. A ideia foi estabelecer um diálogo pedagógico entre o enredo e os estilos de dança que os filmes se apropria à “Teoria dos fatores do movimento”, elaborada pelo pesquisador e coreógrafo Rudolf Laban.

Cada turma ficou encarregada de convidar uma instituição para se apresentar no evento, sob a mesma temática, proporcionando aos acadêmicos a oportunidade de um maior aprofundamento dos conteúdos estudados. Foram convidados os seguintes grupos: Projeto Social – Esporte e Cidadania para Todos, cuja coreógrafa é a professora Naiára Mariano, o Colégio Radeane, que teve como coreógrafa a professora Karoline Almeida e o Ballet Gacemss, cujos coreógrafos foram os professores PV Carvalho e Beatriz Viana. Também foi convidado o Grupo Sala de Ensaio, do Centro Cultural Fundação CSN, que por motivo de força maior não pode se apresentar. Dentre as coreógrafas convidadas, Naiára Mariano e Karoline Almeida são egressas do Curso de Educação Física do UniFOA.

O Festival

O festival estabelece o diálogo entre a universidade e os espaços formais e não formais de atuação dos futuros profissionais de Educação Física na área da dança, criando parâmetros entre a docência e a arte.

Foram apresentadas 15 coreografias e, no encerramento, os acadêmicos e convidados se apresentaram com uma coreografia coletiva.

Carlos DeAraújo

Jornalista

Brasil

FOA18023